Evento paralelo à COP-26 tem a participação do diretor-presidente da EMAE

Marcio Rea falou sobre o desenvolvimento de fontes alternativas e sustentáveis na geração de energia

 

O diretor-presidente da EMAE, Marcio Rea, participou na manhã desta sexta-feira (5) do evento “Promovendo a descarbonização corporativa: sinergias públicas e privadas e estruturas regulatórias futuras”, paralelo à Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas – COP-26, em Glasgow, na Escócia. O evento foi organizado pela CETESB, com o apoio da ADEME - Agência da Transição Ecológica, do Governo da França.

Na ocasião, Marcio Rea falou sobre o trabalho da empresa no desenvolvimento de fontes alternativas e sustentáveis na geração de energia, como a implantação de usinas fotovoltaicas flutuantes, no reservatório Billings, em São Paulo. As Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) da EMAE, que produzem energia com menor impacto ambiental, também foram apresentadas.

A revitalização do rio Pinheiros e suas margens foi outro destaque da apresentação. Desde o começo do Programa Novo Rio Pinheiros, do qual a EMAE faz parte, já foram retiradas 46 mil toneladas de resíduos sólidos do rio (garrafas pet, bicicletas, pneus, plásticos, entre outros). A reforma de ciclovia de uma das margens do rio e a implantação do Parque Bruno Covas, na margem oposta, são outras iniciativas que têm o apoio da empresa e que já começaram a proporcionar melhor qualidade de vida para a população de São Paulo.

O executivo abordou, ainda, projetos como a conservação de áreas com mata nativa, a exemplo do Parque Estadual da Serra do Mar, com 44 mil ha de extensão; a parceria com a Fundação Florestal para a conservação de 3 milhões de m² de florestas nativas de Mata Atlântica; e a participação em comitês de bacias e na gestão de unidades de conservação.

O evento de hoje contou com a participação de representantes de diversas empresas, como CETESB e Sabesp. Tema das apresentações, a descarbonização se refere à busca pela redução e, em longo prazo, eliminação da emissão de gás carbônico nas atividades pessoais e empresariais.

 

5 de novembro de 2021.