Museu da Língua Portuguesa é reaberto seis anos após incêndio

Executivos da EMAE, uma das patrocinadoras do projeto de revitalização, e diversas autoridades participaram de cerimônia realizada no local

 

No último sábado (31), o Museu da Língua Portuguesa, localizado na capital paulista, foi reinaugurado seis anos após o incêndio que destruiu o acervo e instalações do local. Participaram da cerimônia diversas autoridades, como o governador de São Paulo, João Doria, o prefeito Ricardo Nunes, os ex-presidentes Michel Temer e Fernando Henrique Cardoso, e os presidentes de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca.

Executivos e representantes de empresas que ajudaram a patrocinar a reconstrução do museu também estiveram presentes na solenidade. Uma das patrocinadoras do projeto de revitalização, com recursos destinados à implantação da iluminação da fachada do prédio, a EMAE foi representada pelo diretor-presidente da Empresa, Marcio Rea, e o diretor Financeiro e de Relações com Investidores, Pablo Andrés Uhart.

Segundo Marcio Rea, é uma honra para a EMAE fazer parte da reconstrução de um dos mais importantes patrimônios culturais da América Latina e do mundo. “É especial saber que o museu está de volta e que nossos filhos e netos terão a oportunidade de conhecer esse acervo histórico tão rico”, declara.

O contrato do patrocínio de R$ 1,1 milhão foi firmado pela EMAE em outubro do ano passado com a Fundação Roberto Marinho, captadora de recursos do plano de restauro do museu. Com a parceria, a EMAE teve a sua marca incluída no painel de créditos, tanto no prédio como no site do Museu https://www.museudalinguaportuguesa.org.br/parceiros/.

Pablo Andrés Uhart afirmou que ter a EMAE no projeto de iluminação da fachada de um prédio tão importante para a cidade de São Paulo é gratificante. “Estamos contribuindo, de alguma forma, com a disseminação da Língua Portuguesa, que une diversas nações”. Outros trabalhos que estejam interligados com o negócio da Empresa podem ser apoiados futuramente, de acordo com o diretor.

2 de agosto de 2021