EMAE seleciona empresas para implantação de usinas fotovoltaicas flutuantes na Billings

A partir de agora, Empresa analisará aspectos estratégicos como benefício econômico-financeiro

 

A EMAE selecionou no final de março a GreenYellow e a KWP Energia para implantação de usinas solares fotovoltaicas flutuantes no reservatório Billings, na capital paulista. Em fevereiro, as duas empresas haviam sido habilitadas para participarem do processo.

A partir de agora, a EMAE, com o apoio de uma consultoria externa, possivelmente da Fundação Getulio Vargas, definirá um ou mais parceiros segundo seus interesses societários. Para isso, analisará os projetos dessas empresas, bem como aspectos estratégicos de aporte de capital e governança, maior oferta de participação à EMAE e melhor benefício econômico-financeiro.

As propostas apresentadas pelos interessados envolvem, por exemplo, plantas de geração com potência que variam entre 1 megawatt-pico e 30 megawatt-pico em quatro locais na Billings. A energia gerada pelo projeto deverá ser disponibilizada para o consumidor.

Para o presidente da EMAE, Marcio Rea, este é mais um passo importante para a implantação das novas plantas no reservatório. “O projeto deve abrir novas perspectivas de geração, não apenas aqui na capital, como em outros reservatórios de São Paulo, complementando a matriz energética do estado”, conclui.

Maio/2021