Bichos de sucata chamam atenção para descarte irregular de lixo

Ação itinerante, que faz parte do programa “Novo Rio Pinheiros”, deve passar por parques e vias públicas

Com o objetivo de conscientizar a população sobre o descarte correto do lixo, a EMAE instalou, no parque Villa-Lobos, uma escultura em formato de capivara, feita de sucata e preenchida com materiais do rio Pinheiros.

A intervenção, que ficará exposta até o final de janeiro, faz parte do eixo de educação ambiental do Programa Novo Rio Pinheiros que, de janeiro a novembro, retirou do rio mais de oito mil toneladas de lixo, entre pneus, bicicletas, garrafas pet e outros materiais que somados encheriam cerca de 1560 caminhões de 16 m3 de capacidade.

Só neste parque são recolhidas cerca de 20 toneladas de resíduos por mês, que equivalem a cerca de quatro caminhões de 16 m³ de capacidade.

A ação itinerante teve início em dezembro, quando a EMAE instalou, próximo à Estação Pinheiros da CPTM, uma escultura em formato de peixe nos mesmos moldes. As obras, confeccionadas na oficina da própria EMAE, devem passar em breve por outras vias públicas.