Debate técnico discute tecnologias de despoluição de águas

Evento, no Palácio dos Bandeirantes, contou com especialistas no assunto

A EMAE e a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente promoveram no dia 11 de dezembro o Debate Técnico Interno – Água limpa no rio Pinheiros, que reuniu empresas detentoras de tecnologias de despoluição de águas, especialistas no assunto, membros da Comissão Multidisciplinar de Estudos para Despoluição do Rio Pinheiros, integrada pela Cetesb, Daee, Emae e Sabesp, e técnicos da EMAE e fundações, além dos assessores das presidências da empresas, para analisar e discutir as diversas tecnologias disponíveis, que podem ser aplicadas na despoluição do rio Pinheiros, dentro do projeto Novo Rio Pinheiros, que visa revitalizar esse rio que é um dos símbolos de São Paulo.

Na primeira parte do evento quatro tecnologias foram apresentadas: Melhoria da Qualidade da Água pela Aplicação de Nanobolhas, pelo Professor Pedro Mancuso, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP); Oxigenação de Alta Performance, por Manuel Pedro Fernandes, da Aerovor; Accell – Tratamento Biológico de Alta Performance, apresentada por Renato Abucham, da Verus/Engeform e Flotação, Por João Carlos de Oliveira, da DT Engenharia.

No segundo bloco, na parte da tarde, os especialistas e técnicos presentes fizeram considerações sobre as tecnologias apresentadas e sabatinaram os apresentadores, promovendo um intenso debate. As condições do rio, que varia de um ambiente muito parecido com um lago até o transito de vazões muito altas nos períodos de chuvas, possíveis intervenções na paisagem que esses equipamentos podem trazer, a previsão de navegação no rio entre outros aspectos foram considerados.

Ao final, técnicos, especialistas e palestrantes concluíram que os resultados obtidos nos testes em laboratório das quatro tecnologias devem apresentar bons resultados em escala real no rio Pinheiros, apenas necessitando de pequenos ajustes e refinamentos para adequação às condições dinâmicas encontradas do rio.

Nos próximos dias, os subsecretários de Meio Ambiente e de Infraestrutura, Eduardo Trani e Gláucio Attorre Pena, e o presidente da Emae, Ronaldo Camargo, apresentarão a síntese dos trabalhos ao Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente Marcos Penido.